DESTAQUE AGORAImbéNotícias

Presidente do Legislativo de Imbé enaltece projeto que cria programa de disponibilização de absorventes nas escolas

Fabricio absorventes

A Câmara de Vereadores de Imbé aprovou na noite desta segunda-feira (14/06), projeto de lei encaminhado pelo Executivo que prevê um programa de disponibilização de absorventes para estudantes do sexo feminino nas Escolas Públicas Municipais de Imbé. Entretanto os vereadores se manifestaram com surpresa com o ingresso do projeto na Casa, já que no último dia 7 os vereadores haviam aprovado ante-projeto do mesmo teor de autoria do presidente Fabricio Rebechi(PTB). O vereador Paulo Batista Cardoso e as vereadoras Claudia Duarte(PDT) e Renata Nunes(MDB) disseram em suas manifestações que o projeto deveria pelo menos ter o nome do presidente. O vereador Vilmar Nico(PT) falou que houve falta de consideração para com o presidente que havia primeiramente elaborado ante-projeto com o mesmo conteúdo.

O projeto foi enviado pelo Executivo na sexta-feira (11/06), com pedido especial do Executivo para sua aprovação.

O presidente do Legislativo, Fabricio Rebechi enalteceu a iniciativa do Executivo e salientou que o que vale é que a ideia será  colocada em prática “ Estávamos trabalhando neste projeto desde maio e eu não vislumbro falta de respeito pelo Executivo e sim falta de comunicação. O importante é que a comunidade é que ganha. O nome no projeto é irrelevante. A ideia é justa e vai se tornar lei e as crianças é que serão beneficiadas e isto é o que importa. O mérito pouco importa, o que importa é o benefício.”

Segundo o presidente, em conversa com o prefeito Luis Henrique Vedovato ficou acordado entre Executivo e Legislativo um maior diálogo, principalmente quando da elaboração de ante-projetos por parte dos vereadores.

O projeto o cria o Programa de Fornecimento de Absorventes Higiênicos – PFAH, prevê a disponibilização de absorventes para estudantes do sexo feminino nas Escolas Públicas Municipais de Imbé, com o intuito de cumprir com o direito das mulheres à higiene menstrual como uma questão de Saúde Pública, direitos humanos e diminuindo o impacto na Educação.

JPN

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email