DESTAQUE AGORAPolicial

Primeira noite do Planeta é marcada por roubo/furtos de celulares e carteiras

Foto: Lucas Filho

No final da noite de sexta-feira, durante patrulhamento nas imediações do Planeta Atlântida, uma guarnição das Patrulhas Especiais do 1ºBatalhão de Polícia de Choque recebeu a informação de que um veículo estaria embarcado em um guincho deslocando-se em direção a Florianópolis-SC. O veículo seria tripulado por indivíduos que teriam efetuado diversos roubos e furtos de celulares e carteiras dentro do evento.

Tal informação veio após a prisão de um homem, no interior do festival, feita por uma equipe da Polícia Civil. O suspeito, indicado por vítimas, foi capturado portando a chave do veículo citado anteriormente e um celular, além de um tíquete de estacionamento contendo a placa do veículo.

Imediatamente, as viaturas da Patres deslocaram ao estacionamento onde, momentos antes, os PMs haviam visualizado guinchos. No local foi informado à guarnição o sentido que o guincho teria tomado, sendo que a equipe deslocou em direção à Santa Catarina pela Estrada do Mar, localizando o guincho na BR 101, próximo à Terra de Areia.

Foi realizada a abordagem do veículo e, dentro do carro estavam três indivíduos, dois homens e uma mulher. Na busca pessoal e veicular foram encontrados 29 celulares, relógios, carteiras com documentos, dinheiro e cartões das vítimas.

Foi dada voz de prisão aos acusados, que foram trazidos à Delegacia de Polícia de Xangri-Lá para o flagrante.

Dentre os celulares recuperados, havia aparelhos que custam mais de dez mil reais. Estima-se que foram recuperados cerca de 60 a 80 mil reais em telefones.

Os presos foram reconhecidos por três vítimas que foram até a Delegacia e, até o momento, um aparelho já foi restituído ao seu proprietário.

No ano de 2019, também durante o Planeta Atlântida, a Brigada Militar prendeu quatro pessoas que integravam uma quadrilha especializada em furtos de celulares, recuperando 52 aparelhos.

Os presos na ação de hoje, assim como os do ano anterior, integram grupo criminoso oriundo do estado do Pará e São Paulo, e alguns de seus integrantes já foram presos pelo mesmo tipo de crime em outros eventos em diferentes estados brasileiros.

A Polícia Civil orientou às vítimas que tiveram seus celulares furtados e roubados para que procurem a Delegacia da Polícia Civil de Xangri-Lá a partir das 8h30 de segunda-feira, para verificar se o seu telefone está dentre os que foram recuperados pela BM.

Foto: Divulgação BM
Foto: Divulgação BM

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email