DESTAQUE AGORANotícias

Alceu Moreira se despede da Frente Parlamentar da Agricultura

Alceo Moreira golpe

O deputado Alceu Moreira (MDB) apresentou, nesta terça-feira (15/12), o balanço de sua gestão (biênio 2019/20) na presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), durante reunião-almoço com a presença do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, e do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Em seu pronunciamento, Alceu pontuou: “O agro brasileiro vai alimentar dois bilhões de pessoas em dez anos, desde que as pautas importantes para o setor sejam aprovadas no Congresso Nacional”.

Além de citar as conquistas do setor nestes dois anos, o congressista gaúcho agradeceu aos demais parlamentares membros da FPA, frisando que havia aprendido muito com eles durante a sua gestão. “Sou muito melhor deputado agora do que era há dois anos. Foram meus colegas que me ensinaram assim e quero agradecer a todos.” Neste segundo ano de mandato, Alceu Moreira enfrentou um período atípico, em decorrência da pandemia do coronavírus. Sob sua presidência, a FPA atuou para garantir condições de trabalho e saúde aos produtores rurais e a todos os demais elos do agronegócio, buscando assegurar o abastecimento e a qualidade do alimento na mesa do brasileiro em um momento tão delicado.

O vice-presidente Hamilton Mourão destacou a atuação da FPA, em meio a pandemia, dizendo que “quando a economia mundial parecia que iria afundar, de uma forma irreversível, alguns gigantes apareceram e, no nosso país, esse gigante chama-se agronegócio”. O presidente eleito da FPA, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), acrescentou: “A pauta do governo é a pauta da FPA, assim como os interesses da frente agropecuária são os interesses do governo federal. Com essas forças unidas, caminhamos mais facilmente”.

Alceu Moreira também ressaltou a parceria da FPA com o Ministério da Agricultura, na pessoa da ministra Tereza Cristina. “Somos um corpo só. A FPA e o Mapa são cúmplices dos melhores atos e atitudes. Falamos pelo Brasil que dá certo. Queremos um país altamente competitivo, uma agricultura moderna, que preserve a questão ambiental e principalmente tenha condição de propor a pauta ambiental para discutir a verdade sobre o Brasil com o restante do mundo.”

Texto: Sandro Sauer

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email