CidreiraPolicial

Cidreira: após ser dada como morta, idosa acorda

Uma idosa de 78 anos foi encontrada viva momentos antes de ser removida do Posto 24h para uma funerária. O fato ocorreu em Cidreira com a paciente Clotilde Rieck. Ela chegou à unidade de saúde na manhã do dia 30 de dezembro após sofrer um ataque cardíaco. Segundo o relato de familiares, a idosa foi intubada e levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Cerca de uma hora depois, uma equipe médica comunicou que ela havia falecido.

Com o comunicado médico, familiares foram ao cartório registrar o óbito e estavam escolhendo o caixão quando receberam a ligação de um funcionário da funerária contratada para recolher o corpo no posto de saúde de que a idosa estava com um olho aberto, mexia o braço e parecia pedir ajuda.

A idosa foi encaminhada para o hospital Santa Casa em Porto Alegre onde permanece internada, sem previsão de alta. No posto de saúde de Cidreira, Clotilde foi atendida por uma equipe de três médicos, que asseguram que a paciente ficou sem sinais vitais por 40 minutos e teria sofrido choque séptico, uma infecção generalizada que causa falência de órgãos.

Segundo informações da equipe médica, isso teria ocorrido por volta das 10h e pelas 13h40min foi verificado que a idosa estava respirando e foram realizados procedimentos para a preservação da sua saúde.

A família registrou boletim de ocorrência, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil e também pela direção-geral do hospital. A casa de saúde abriu um procedimento administrativo para apurar a conduta da equipe médica.

 

Fonte: RG

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email