DESTAQUE AGORANotícias

Desvio de recursos em Dom Pedro de Alcântara chega a R$ 8 milhões

Dom Pedro

O  montante desviado da Prefeitura de Dom Pedro de Alcântara chegou a R$ 8 milhões. O suspeito do desvio é funcionário do setor de Contabilidade Simão Justo dos Santos, de 38 anos, que teria mandado o dinheiro para as contas pessoais dele, entre março de 2020 e fevereiro deste ano.

O prefeito da cidade, Alexandre Evaldt disse que o desvio dos recursos foi descoberto quando um dos bancos onde a prefeitura tem conta o alertou sobre depósitos grandes em nome do funcionário. Segundo a prefeitura, o funcionário tinha várias senhas com as quais realizava as transferências que chegavam a R$ 150 mil cada. Ele também maquiava as prestações de contas. O orçamento da cidade é de R$ 18 milhões para 2021 e devido a falta de recursos há dificuldades para pagar fornecedores e concluir obras.

O destino dos recursos eram aplicações no mercado financeiro, mas o servidor alega ter perdido tudo. Em depoimento à Polícia, o servidor explicou que investiu em uma aplicação conhecida como “stop loss”, mas perdeu o dinheiro. Ele pretendia usar os recursos desviados para recuperar o prejuízo.

O servidor foi indiciado por peculato, com pena que varia de 2 a 12 anos de prisão. Ele chegou a ser preso,  cumpriu prisão domiciliar e hoje aguarda em liberdade, o processo está em andamento.

O desvio de recursos foi objeto de reportagem no Programa Fantástico no  último domingo,2.

G1

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email