DESTAQUE AGORANotícias

Festa com mais de 100 pessoas é encerrada em Santo Antônio da Patrulha

A Brigada Militar (BM) encerrou, na madrugada deste sábado (17/04), uma festa clandestina que ocorria sobre a freeway, na altura de Santo Antônio da Patrulha. Cerca de 120 pessoas foram encontradas na via e no passeio próximo ao parapeito do viaduto de acesso à Estrada Chicolomã, distrito do município. Tinham entre 30 e 40 automóveis, com som alto ligado no momento da abordagem, segundo o fiscal da secretaria municipal de Planejamento, Rivelino Almeida.

“Alguns empreenderam fuga, e tentaram pegar uma rua de chão batido, mas a Brigada fechou o acesso à freeway, e conseguiu bloquear”, detalha. O viaduto passa próximo ao Km 32 e é um dos mais novos da rodovia, inaugurado recentemente. A denúncia de início da aglomeração no local chegou ao executivo no final da noite de sexta-feira (16).

Segundo o fiscal, festas semelhantes ocorreram em outros finais de semana, porém o público deixou a região antes das autoridades. A abordagem deste sábado ocorreu por volta das 2h e, além da BM e dos fiscais da prefeitura, envolveu bombeiros, agentes da Polícia Civil, do Comando Rodoviário da Brigada Militar e do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) de Osório. Em imagens disponibilizadas, uma ambulância da concessionária CCR Via Sul também pode ser vista – ninguém ficou ferido, de acordo os envolvidos na ocorrência.

Junto aos pedestres, foram encontradas garrafas de uísque, cerveja, energético – comumente utilizado como mistura a bebidas alcoólicas -, e outros vasilhames deixados no canteiro da rodovia. Os automóveis foram vistoriados por cães farejadores.

Além de uma centena de adultos – número que ainda estava sendo contabilizado até a publicação desta reportagem -, 13 adolescentes estavam no local. Eles tinham entre 15 e 17 anos de idade, conforme o Conselho Tutelar. As conselheiras Edimara da Silva Silva e Natalina Terra acompanharam o grupo até a Delegacia de Polícia (DP) do município. Os responsáveis assinaram um termo e o boletim de ocorrência na delegacia.

Áudios trocados no WhatsApp foram interceptados pela polícia. Neles, os jovens explicam o itinerário e comentam a expectativa do encontro. Promover aglomerações é crime durante a pandemia, e os envolvidos irão responder pelo descumprimento dos decretos estadual e municipal.

Fonte: PMSAP/BM

Edição: Gabriela Prestes

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email