Estado

Governo do RS retira urgência do PL sobre regionalização do saneamento

Imagem ilustrativa

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul decidiu, na noite desta terça-feira (14/09), retirar a urgência do projeto de lei (PL) 210/2021, na Assembleia Legislativa. O Piratini tomou a atitude sobre o texto que trata da regionalização do saneamento após um ultimato dos prefeitos da Associação dos Municípios da Grande Porto Alegre (Granpal).

A Granpal informou que as cidades não devem integrar as Unidades Regionais de Saneamento Básico estabelecidas pelo Executivo nas propostas encaminhadas ao Legislativo, caso não ocorram “correções” no modelo proposto. Além do 210, tramita na Assembleia, sem regime de urgência, o PL 234/2021, que trata da regionalização do saneamento nas cidades não atendidas pela Corsan.

O ofício, assinado pelo prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), que preside a Granpal, foi encaminhado tanto para o presidente da Casa, deputado Gabriel Souza (MDB), como para os gabinetes dos demais 54 deputados.

No documento, os prefeitos assinalam preocupação com o que apontam como “ausência de critérios técnicos” nos projetos de lei que tratam da regionalização do saneamento, e reafirmam que não há identidade nos agrupamentos de cidades definidos pelo Executivo para a divisão.

Fonte: Secom RS

Edição: Gabriela Prestes

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email