ÁUDIOENTREVISTAS

IPTU de Tramandaí pode arrecadar R$ 28 milhões em 2021

Foto: Jorge Vilela

O secretário da Fazenda de Tramandaí, Marcelo dos Anjos prestou diversos esclarecimentos em relação ao IPRTU 2021 de Tramandaí durante entrevista à Jovem Pan News na manhã desta sexta-feira,8. Conforme o secretário, O IPTU é o imposto mais importante do município e é responsável por parte das obras e de toda infraestrutura e serviços da prefeitura.

Em relação ao calendário fiscal, a prefeitura está com desconto de 12% para pagamento em cota única até 29 de janeiro e 8% de desconto em cota única até 26 de fevereiro. Este desconto é válido para o contribuinte que está em dia com suas obrigações. E a partir de 10 de março pagamento parcelado em 10 vezes. Os carnês de IPTU devem  chegar ao contribuinte nos próximos dias, mas é possível obter uma via no site da prefeitura e informações também podem ser obtidas via e-mail e para isto a prefeitura está disponibilizando servidores específicos para este tipo de atendimento.

O secretário informou que o pagamento em cota única com 12% de desconto está sendo muito bem aceito e o parte dos contribuintes tem optado por este pagamento. O orçamento do IPTU está em R$ 28 milhões. “ Houve um crescimento de pelo menos R$ 16 milhões nos últimos 4 anos. Em 2016 o IPTU era orçado em R$ 12 milhões e o crescimento se deu através do trabalho de levantamento cadastral e a inclusão de novos imóveis, principalmente de  edifícios. Em 2020, por exemplo lançamos R$ 24 milhões e arrecadamos R$ 20 milhões, cerca de 10 % da receita total do município” Disse Marcelo.

Sobre a dívida ativa, Marcelo disse que a prefeitura estará lançando nos próximos dias um novo programa Refis, para facilitar o pagamento daquele que está inadimplente. “ Este projeto ainda está sendo elaborado e deverá ser encaminhado à Câmara de Vereadores ainda em janeiro. Além disto, aquele que está em cobrança judicial pode comparecer a prefeitura e parcelar sua dívida e posteriormente pagar os custos do Poder Judiciário.” Falou.  O secretário orientou que o contribuinte aguarde a nova lei de refinanciamento pois haverá vantagens e também haverá Refis para grandes devedores com dívidas acima R$ 1 milhão. Hoje o montante da dívida ativa está perto dos R$ 100 milhões.

Confira o áudio

 

Por Sandro Sauer

 

 

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email