DESTAQUE AGORANotícias

Litoral recebe Aviso no Sistema 3 As de Monitoramento

estado

O GT Saúde emitiu, neste sábado (22/5), quatro novos Avisos no Sistema 3As de Monitoramento. Após reunião na sexta-feira (21/5), a equipe técnica decidiu emitir Avisos para as regiões de Porto Alegre, Capão da Canoa, Guaíba e Novo Hamburgo.

O GT Saúde optou por emitir Aviso para a região Covid de Capão da Canoa devido ao crescimento da incidência de casos confirmados, de 140,8 casos para cada 100 mil habitantes em 15 de maio para 220,9 casos em 21 de maio. Chama atenção que o aumento de casos se dá depois de longo período em queda. Também houve aumento, nos últimos dias, da internação de pacientes confirmados Covid em UTI. A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 70,8%, com tendência de subida.

As prefeituras das respectivas regiões já foram informadas da deliberação pela Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam), conforme o fluxo estabelecido pelo sistema. Para as regiões de Santa Maria, Pelotas, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul, Bagé e Erechim, que receberam Avisos durante a semana, o GT Saúde manteve a orientação, uma vez que não houve melhora do quadro epidemiológico que justificasse a suspensão do Aviso.

O GT ainda manteve os oito Alertas já recomendados e confirmados pelo Gabinete de Crise. Das oito regiões em Alerta, cinco já se encontram sob Ação. Isso significa que as regiões Covid de Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Ijuí, Passo Fundo e Santo Ângelo já enviaram planos com ações e protocolos adaptados à situação epidemiológica de cada uma. As novas regras definidas pelas regiões já foram implementadas. Caso o Gabinete de Crise considere que as medidas não sejam suficientes, entrará em contato com a região para a adoção de medidas complementares.

As outras três regiões em Alerta – Santa Rosa, Uruguaiana e Palmeira das Missões – já enviaram os planos de ação, respeitando o prazo de 48h determinado a partir da notificação às regiões. Os protocolos e medidas propostos pelas regiões já estão valendo. Caso as regras sejam consideradas insuficientes, o Gabinete de Crise, responsável por fazer essa análise, entrará em contato com as regiões. Não há prazo determinado para que esse retorno ocorra.

RS

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email