Estado

Lya Luft morre aos 83 anos

Foto: reprodução Instagram

A escritora gaúcha Lya Fett Luft morreu nesta quinta-feira, dia 30, aos 83 anos. Considerada uma das mais importantes escritoras contemporâneas, Lya morreu em casa. Ela lutava contra um melanoma. A escritora deixa o marido, Vicente de Britto Pereira, os filhos Suzana e Eduardo, além de sete netos. O corpo deve ser cremado em cerimônia restrita aos familiares.

Lya teve 31 obras publicadas, entre diversos gêneros, como romances, coletâneas de poemas, crônicas, ensaios e livros infantis. Também foi colunista em jornais e era professora aposentada da UFRGS. Recentemente, no dia 16 de dezembro, ela foi agraciada pela Academia Rio-Grandense de Letras com o Troféu Escritora do Ano. Entre os livros mais conhecidos estão “As Parceiras”, “Pensar é Transgredir”, “Perdas e Ganhos” e “Lado Fatal”.

Com o professor de Redação em Língua Portuguesa, Celso Pedro Luft (1921 – 1995), teve os filhos: Suzana, André e Eduardo. Após a separação de Luft, casou-se com o psicanalista e escritor Hélio Pelegrino (1924 – 1988). Seu terceiro marido, o engenheiro de transportes carioca Vicente de Britto Pereira.

 

*Com informações do Correio do Povo

 

 

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email