Estado

PIB do RS cresce 12,9% no trimestre, mas cai no ano

O Produto Interno Bruto (PIB) do RS cresceu 12,9% no terceiro trimestre de 2020 em relação ao período anterior, mas retraiu 4,1% na comparação com o terceiro trimestre do ano passado. O desempenho da economia gaúcha foi divulgado nesta sexta-feira (11/12), pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE), da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (Seplag).

Entenda o que é o PIB

Entre julho e setembro, a economia obteve o melhor resultado desde o início da série histórica, em 2002. E também superou o PIB nacional, que cresceu 7,7% no período. Todos os setores apresentaram alta.
No segundo trimestre, o indicador havia registrado queda de 17,1%.

“Os números do trimestre mostram uma importante recuperação em relação ao período mais crítico da pandemia, que aqui no Estado coincidiu também com a estiagem. Podemos dizer, no entanto, que é uma recuperação relativa, pois ainda não chegamos ao mesmo patamar em que estávamos ao longo de 2019”, avalia o pesquisador do DEE, Martinho Lazzari.

Queda no acumulado do ano
No acumulado do ano, ou seja, desde janeiro até setembro, o PIB teve retração de 8,6%, superando o Brasil, que é de -5% do Brasil.

“Os números do trimestre mostram uma importante recuperação em relação ao período mais crítico da pandemia, que aqui no Estado coincidiu também com a estiagem. Podemos dizer, no entanto, que é uma recuperação relativa, pois ainda não chegamos ao mesmo patamar em que estávamos ao longo de 2019”, avalia o pesquisador do DEE/SPGG, Martinho Lazzari.

‘Altas relevantes’ em todos os setores
Os três setores que compõem o cálculo do PIB apresentaram “altas relevantes”, diz o governo. A agropecuária cresceu 39,8% no trimestre. A indústria, 19,7% e os serviços, 4,2%. Agropecuária e indústria superaram o desempenho superior ao do Brasil. Somente nos serviços a média ficou abaixo.

Confira o desempenho por atividade (no trimestre):
Eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana – 44,1%
Indústria de transformação – 20%
Construção – 4,3%
Comércio – 6,9%
Outros Serviços – 6,4%

Na comparação com o ano anterior, o RS teve baixa em todas as atividades: serviços ficou com -5,8%, agropecuária, -4,1% e indústria, -1,2%. No campo, as principais culturas do estado tiveram redução: soja de 39% e milho de 26,7%. Somente o trigo teve leve alta, de 0,6%.

Fonte: Seplag

 

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email