LitoralSanto Antônio da Patrulha

Projeto Fábrica de Gaiteiros inicia atividades em Santo Antônio da Patrulha

Foi realizada na noite de quarta-feira (13/04) a cerimônia de abertura da Fábrica de Gaiteiros em Santo Antônio da Patrulha. O projeto passa a oferecer aulas gratuitas de gaita de oito baixos para 13 estudantes, com idades entre 7 e 15 anos, das escolas públicas do município.

O prefeito Rodrigo Massulo comemorou a chegada da Fábrica de Gaiteiros a Santo Antônio. “Conhecíamos o projeto há bastante tempo e sempre tivemos vontade de trazer para nosso município, pois é uma iniciativa incrível, capaz de proporcionar muitas oportunidades para as crianças. Depois de hoje, finalmente vamos poder dizer que, agora, Santo Antônio também tem uma Fábrica de Gaiteiros”, celebrou.

Idealizada pelo músico Renato Borghetti em 2012, a Fábrica de Gaiteiros está atualmente em 16 cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No município, a iniciativa conta com o apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e de Cultura, Turismo e Esportes. A produção executiva e cultural é da Tambor Produções, empresa da patrulhense Raffaela Reis.

Sob o comando do vice-prefeito Marcelo Gaúcho, foram sorteadas 12 vagas entre 31 inscritos. A 13ª criança contemplada foi Lauren Furlan Castilho, aluna da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ângelo Tedesco, que tem Síndrome de Down. “Escolhemos reconhecer a Lauren não apenas pelos seus próprios méritos, mas também por sua família, que demonstrou acreditar no seu potencial e não enxergar a condição dela como uma limitação, muito pelo contrário”, explicou Raffaela.

Na mesma linha, Borghetti destacou a importância da inclusão social e de como o projeto se insere nesse contexto. “Entendemos que a música pode e deve funcionar como um instrumento de cidadania. A Fábrica de Gaiteiros é a nossa contribuição nesse sentido. Estou muito feliz de estarmos chegando a Santo Antônio da Patrulha, essa terra que já nos proporcionou tantos artistas talentosos”.

As aulas do projeto vão acontecer na Pracinha da Cultura – Praça CEU, a partir do dia 28/04. O professor é o músico patrulhense Evandro Cardoso, o Manchinha. Antes do início das aulas, ele promoverá dois encontros iniciais, nesta quinta (14) e no dia 22/04, para oficializar as matrículas dos alunos e para que eles tenham um primeiro contato com o instrumento. A própria Fábrica de Gaiteiros produz e fornece os instrumentos para os alunos.

No evento também estiveram presentes o secretário municipal da Cultura, Turismo e Esportes, Sérgio Airoldi e o presidente da Câmara de Vereadores, André Selistre.

Confira quem foram os alunos contemplados com vagas na Fábrica de Gaiteiros:
Davi Passos dos Santos – EEEF Castelo Branco
Alice Hepp Bauer – EMEF Nercy Rosa
Manuela Gomes Sinhorelli – EEEF Visconde do Rio Branco
Fellipe Alves Dada – EEEF Estado do Espírito Santo
Mateus Machado Marques – EEEF José Pereira da Rocha
Paulo Henrique Maciel Guimarães – EEEF José Pereira da Rocha
Cícero Heckenbick Figueiredo Schmitt – EEEF Padre Reus
Pedro Oliveira Pinheiro – EEEF Professora Gregória de Mendonça
Caue Santos Selau – EMEF Nercy Rosa
João Paulo Souza da Silva – EMEF Antônio Laureano
Renato Backes Garcia – EMEF Nossa Senhora de Fátima
Elis Santos Luciano – EMEF Antônio Laureano
Lauren Furlan Castilho – EMEF Ângelo Tedesco

Fonte: Ascom PMSAP

Edição: Gabriela Prestes

Siga e curta a JP News nas redes sociais:
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
RSS
Seguir por Email